Mails para a minha Irmã

"Era uma vez um jovem vigoroso, com a alma espantada todos os dias com cada dia."

Not Sex

2 comentários

Not Sex

Quando eu te preencho e tu me ganhas
Não há nessa entrega
Qualquer centelha de invasão,
É um dar que preenche
É um receber em explosão.
E tudo o que se passa está
Para além das palavras que há,
Vive no teu corpo,
Habita meu coração,
E sai de mim
Porque vai para ti,
E há nisto um caminho
E um rosário
Como se o sentido da vida
Andasse ao contrário.
Recebes tu, dou eu.
Recebo eu, dás tu.
E há nesses gestos fantasia,
E atravessa o ar um sorriso de harmonia
Quando eu te preencho e tu me ganhas.

jpv

Anúncios

Autor: mailsparaaminhairma

Desenho ilusões com palavras. Sinto com palavras. Expresso com palavras. Escrevo. Sempre. O resto, ou é amor, ou é a vida a consumir-me! Há tão poucas coisas que valem a pena um momento de vida. Há tão poucas coisas por que morrer. Algumas pessoas. Outras tantas paixões. Umas quantas ilusões. E a escrita. Sempre as palavras... jpvideira https://mailsparaaminhairma.wordpress.com

2 thoughts on “Not Sex

  1. Vejo que anda descobrindo coisas mais antigas… é bom saber que somos revisitados. Muito grato e… volte sempre. jpv

    Gostar

  2. Parece um combate pacífico, uma batalha em que os dois ganham. Quanto mais leio, mais sensibilidade vejo, mesmo maquiada na sensualidade dos versos.

    Gostar

Este é um blogue de fruição do texto. De partilha. De crítica construtiva. Nessa linha tudo será aceite. A má disposição e a predisposição para destruir, por favor, deixe do lado de fora da porta.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s