Mails para a minha Irmã

"Era uma vez um jovem vigoroso, com a alma espantada todos os dias com cada dia."

Um Aceno

4 comentários

Um Aceno

Um aceno,
Um adeus,
Um abraço.
Uma vontade interrompida
E o quebrar de um laço.

Foram esperanças
E ilusões,
Pequenos sonhos
De grandes dimensões.
E foi o entusiasmo,
A entrega
E a dedicação.
Foi um agarrar firme
E foi um abrir de mão.

Foi a força
De vencer.
Foi a intenção
E foi o crer.
Foi o rasgo.
A sorte que se fez,
O azar que bateu.
Foi um homem que cresceu.

E foi a vertigem.
Foi a decisão
Na ponta da coragem.
Foi um peso.
Foi um homem engolido na voragem.

Foram palavras.
As que se disseram
E as que ficaram por dizer,
As coisas que se fizeram
E as que ficaram por fazer.

Foi um tempo
Longo
E escasso.
Foi uma vida,
Em breve
E curto estilhaço.

Foram as minhas virtudes
E os defeitos meus
Condensados em poucos gestos.
Um aceno.
Um adeus.

jpv

Anúncios

Autor: mailsparaaminhairma

Desenho ilusões com palavras. Sinto com palavras. Expresso com palavras. Escrevo. Sempre. O resto, ou é amor, ou é a vida a consumir-me! Há tão poucas coisas que valem a pena um momento de vida. Há tão poucas coisas por que morrer. Algumas pessoas. Outras tantas paixões. Umas quantas ilusões. E a escrita. Sempre as palavras... jpvideira https://mailsparaaminhairma.wordpress.com

4 thoughts on “Um Aceno

  1. Ingritt, muito obrigado pelas suas palavras. Você conseguiu sintetizar e caraterizar aquilo que pretendo com a poesia: marcar fundo em palavras breves. Acho que a poesia é sobretudo isso: a intensidade do dizer da vida. Leu-me bem. Muito Obrigado.

    Gostar

  2. Quando leio seus textos,poemas e tudo mais ,imagino que voce quando inspira-se é como se fosse fogo em uma trilha de gasolina, consome rapido mas deixa rastros inesqueciveis…e um gesto tao simples ,como um aceno, um deus…torna-se um retropecto de uma vida inteira em suas palavras!adorei!=)

    Gostar

  3. A vida é tudo isso. Quem assim não sente não vive.E, o mais importante de tudo isto é sempre “Foi um homem que cresceu”.

    Gostar

  4. Um aceno, gesto simples e tão banal, transporta toda a dor que o coração não pode comunicar.
    A poesia, por seu lado, transporta as palavras impossíveis a verbalizar no último instante, no último olhar.
    Restam as lembranças de todos os momentos partilhados e essas, mesmo quando o tempo terá passado, ficarão gravadas na memória como tesouros indestrutíveis.
    Gostei muito destes versos.

    Gostar

Este é um blogue de fruição do texto. De partilha. De crítica construtiva. Nessa linha tudo será aceite. A má disposição e a predisposição para destruir, por favor, deixe do lado de fora da porta.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s